Ela


Ela o criara perfeito. Não esquecera de nenhum detalhe: a armadura reforçada, os peitorais de aço, o elmo luzidio, a lança forjada pelo melhor ferreiro, o escudo onde rebrilhava a insígnia de sua casa. Presenteara-o com o garanhão negro de rara linhagem. Esquecera-se apenas de uma questão que lhe passara, deveras, desapercebida: A de instruí-lo de que seria ela a dama escolhida à qual dedicaria todas as vitórias, e não a pálida donzela pela qual o cavaleiro, perdidamente, se apaixonou.
                                                                                                                         (Ludmila Saharovsky)

2 comentários

Lucas Arte Digital disse...

Ola!
Faço parte do Blogueiras Unidas e vim aqui te visitar...
Meu numero é o 908. Seu blog está muito lindoo!!
Já estou te seguindo...
TEM UM SUPER SORTEIO DE PASCOA ROLANDO LÁ NO MEU BLOG! ESTA ESPERANDO O QUE PARA IR LÁ? rsrs

Passa lá e participa tb?? SERÃO 5 GANHADORAS!
http://www.lucasartedigital.com.br/

Zizisantos disse...

Poesia linda! ainda não conhecia.
Bastou vir para esse blog encantador e descobrir, muitas poesias me esperando!
bjo
Zizi