Começar de novo



Começar de novo e contar comigo
Vai valer a pena ter amanhecido
Ter me rebelado, ter me debatido
Ter me machucado, ter sobrevivido
Ter virado a mesa, ter me conhecido
Ter virado o barco, ter me socorrido
Começar de novo e contar comigo
Vai valer a pena ter amanhecido
Sem as tuas garras, sempre tão seguras
Sem o teu fantasma, sem tua moldura
Sem tuas escoras, sem o teu domínio
Sem tuas esporas, sem o teu fascínio
Começar de novo e contar comigo
Vai valer a pena ter amanhecido
Sem as tuas garras, sempre tão seguras
Sem o teu fantasma, sem tua moldura
Sem tuas escoras, sem o teu domínio
Sem tuas esporas, sem o teu fascínio
Começar de novo e contar comigo
Vai valer a pena já ter te esquecido

Simone

Um comentário

Lúcye Mascarenhas disse...

Boa noite!!!

Conheci seu blog através do Circulo de Blogs e passei para conhecê-lo.
Parabéns pelo espaço e aproveito para convidá-la a participar do nosso grupo:
https://www.facebook.com/groups/umamordeblog/

Sucesso!!!

http://www.lucyemascarenhas.com/